Se recordar é viver, então recordemos! --- Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores tristes de um passado já distante!
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Silvino Potêncio - Emigrante Transmontano em Natal
Escrevemos hoje as nossas alegrias para aliviar as dores de um passado já distante!(SilvinoPotêncio)
Textos






Do meu Livro "POEMAS DE ANGOLA"  - Eu, O Pensamento, A Rima!... destaco aqui a página 48 onde vos transcrevo alguns segredos dos meus anos da Tertúlia Luandense 50 anos atrás!!!
Recordar é reviver... um Bom Domingo a todos!
 
 
<< SEGREDOS MAL DITOS...>>
 
Segredos mal ditos!...
São Palavras caídas como calhaus.
- Fazem Sons ruidosos!,tão sibilantes.
São gargalhadas dos teus desejos!
Mais fortes que os anjos maus,
Instintos brutais e rostos farsantes!,
São abafados suspiros de beijos.
Carícias reais, leves como véus.
São fumos vogando no espaço
Dos quais só restam lampejos!
São Focos de luz fugitiva dos céus,
Caindo em mim fazendo-me cansaço,
E deixam-me résteas de fracos gracejos!
Segredos malditos!...
Que em mim fazem ninho,
Causando mil sortes de inconstância.
Calema de fortes loucuras,
Como víboras em pleno caminho,
Trilhado por mim em tempo d’infância,
Do qual já me restam  sómente;
- Sombras escuras, lembranças impuras!
São só segredos de GENTE !
(in: Eu, O Pensamento, A Rima!...”)
Autor: Silvino Potêncio – Emigrante Transmontano em Natal/Brasil



 
Silvino Potêncio
Enviado por Silvino Potêncio em 24/06/2018
Alterado em 22/10/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários